Home / Noticias / Saiba tudo sobre as novas placas padrão MERCOSUL!

Saiba tudo sobre as novas placas padrão MERCOSUL!

Depois de muitos meses e mais meses postergando e tendo diversos problemas, finalmente existe uma data final sobre a obrigatoriedade da nova placa: 30 de junho de 2019.

Se você é proprietário de veículo e nunca tinha ouvido falar nisso, é importante que você saiba que existe um projeto de integração de placas de veículos para todo o MERCOSUL, facilitando a identificação de veículos dentro do bloco amigo e outras facilidades que em breve serão verificadas com calma.

Para que você não tenha dúvidas sobre o que vai ser o novo emplacamento e para entender as razões de tantos problemas, vamos mostrar todos os detalhes do que são as placas, do que causou todos os problemas e quais são as vantagens que se esperam com essas mudanças.

Porque essas placas MERCOSUL deram tanto problema afinal?

Uma das questões mais interessantes sobre o motivo pelo qual essa troca de placas anda tão complicada pode ser resumido em uma palavra: burocracia. Antes de tudo, existiram diversas decisões estaduais, que incluem alguns estados permitindo apenas placas novas aos carros 0 km.

Isso porque antes de fazer as placas, é necessário também criar um sistema que integre todos os DETRAN dos estados ao DENATRAN para que os países do MERCOSUL tenham acesso às informações das placas.

Dessa forma, a lentidão na construção do sistema que integre todos os departamentos e que consiga também, dentre outras questões, atender todas as demandas do código Brasileiro de trânsito e as condições da parceria entre os países do MERCOSUL fez com que esse tipo de situação realmente se perdesse.

Em suma: o período de adaptação foi crescendo também pela instabilidade política de troca de governo.

Isso tudo precisa ser levado em consideração na resposta de porque as placas MERCOSUL tiveram tantos problemas na identificação.

Como vai ser nova placa?

Uma das maiores vantagens da placa MERCOSUL é exatamente o fato de o veículo conseguir rodar tranquilamente dentro do bloco sem problemas, o que vai fazer com que as pessoas sejam mais estimuladas a passar pelas fronteiras de carro e vai diminuir problemas com a identificação de carros relacionados a crimes que tenham sido de algum dos países com veículos do outro.

Além de outras questões extremamente interessantes de poder comprarem o veículo em um país para uso no outro.

Não se sabe ainda exatamente quanto disso vai se tornar real e quando, mas é importante entender que a adoção de um sistema de emplacamento único é um primeiro grande passo para que a circulação de pessoas e mercadorias entre os países aumente e seja facilitado do comércio entre essas nações.

Dessa forma, extremamente interessante aderir a essa campanha assim que possível, até para evitar filas, atrasos e multas relacionadas a isso.

Quais são as previsões de mudanças de colegas e emplacamento?

Ate o presente momento ainda não existem previsões de campanha ou de como isso será feito, embora historicamente seja feito de acordo com a numeração final da placa. Se a meta for mantida de quanto tempo para que a mudança ocorra, teremos notícias sobre isso mui toem breve em todos os canais possíveis, embora o mais provável seja que isso realmente acaba se estendo.

Com essa mudança se questões, tudo o que precisamos PE ficar atento e nos prepararmos, pois esse emplacamento com certeza será pago, e pode ser que fique menos bonito do que parece por toda a tecnologia envolvida na placa, que terá uma série de mecanismos de segurança para evitar falsificação.

Dito isso, prepare-se para as mudanças também nas formas de identificação de veículos de praça, de funcionários públicos e ainda dos veículos de coleção. Todas as placas irão mudar,mas ainda não existe detalhes o suficiente sobre isso.fique acento caso tenha alguma novidade pois traremos essas informações aqui!

Além disso, Veja também

financiar veiculo de leilão

Como financiar veículo de leilão? Aprenda esse método fácil

Financiar veículo de leilão – Quando se fala em veículos de leilão, um dos motivos …

Deixe uma resposta